O voluntariado e a oportunidade de emprego são uma iniciativa da APQV, que visa valorizar as pessoas.

Voluntariado

Atualmente a sociedade tem apostado na implementação e difusão de ações de voluntariado, criando programas e apoios face às situações de doença, pobreza, saúde, entre outros, com recurso a uma vinculação das políticas sociais existentes, tais como, políticas de saúde, de trabalho e de integração do sujeito na sociedade.


Verificamos em diversas ocasiões do dia a dia atitudes de paternalismo, onde as pessoas se expressam submissas, carentes e egoístas. Deste modo, o voluntariado não é paternalismo, pois encara a ajuda junto daqueles que são os oprimidos, desprezados pela sociedade incentivando a torná-los sujeitos ativos das suas próprias vidas, a ganharem consciência da sua sabedoria e capacidade para agir e lutar contra a sua própria discriminação. 


Neste sentido, o voluntariado encontra-se ao serviço (contributo) dos indivíduos, famílias e comunidades em prol da melhoria da qualidade de vida e do bem-estar das populações (Conselho Nacional Para a Promoção do Voluntariado, 2002). 

Para o Instituto de Solidariedade e Cooperação Universitária (2009) voluntariado é “um compromisso, não remunerado, através de uma ação concreta, continuada e enquadrada, com base na tomada de consciência das desigualdades e diferenças que, enriquecendo e aprofundando as referências e valores de cada um, conduz a uma participação ativa com os indivíduos e a sociedade, tornando-se uma forma de estar”.


“Um gesto de amor acende nos corações mais tristes uma luz de esperança. Faça alguém feliz, ajude quem precisa. Seja um voluntário de corpo e alma. Todo o amor do mundo em um só gesto.”

TORNE-SE VOLUNTÁRIO DA APQV!